sexta-feira, 27 de junho de 2008

Tristeza


a tristeza bate na alma
e toca uma música em mim
o cachorro late
na casa
tudo que me bate não tem fim
nos olhos do cachorro há um bonito azul
nas nuvens brancas a noite esparrama
lá no céu acontece uma estrela
ela brilha tanto
uma casa amaldiçoada entram 3 crianças
é escuro, tem vampiro pelos quartos
bruxas esperando, lobo no corredor
o cachorro fica quieto
tem fantasma na cozinha e veneno
janelas são cobertas pelas cobras
elas são poderosas e nunca acabam
do banheiro tem milhões de monstros
é só abrir os olhos que elas transformam as crianças em cobras de fogo.

4 comentários:

flor disse...

Nat, Que texto lindo. beijos Breno e Patrícia

Mariza Matheus disse...

Continue escrevendo! Por que parou?
Abraço

Mariza

PS: vi seu blog pela reportagem feita no G1. Parabéns! Mas continue, viu?

Isis Dias disse...

Sou estudante de Letras e achei seus textos bem bonitos.
Continue escrevendo.
Parabéns !
Quando tiver um tempinho, visita meu blog.
Beijos,
Isis Dias.

Thaynah leal. disse...

Lindo. :D
por que você pensou isso e resolveu escrever?

:)